Pular para o conteúdo
Início » Jerônimo nega que Rui Costa seja candidato ao Senado

Jerônimo nega que Rui Costa seja candidato ao Senado

Governador diz que momento agora é discutir eleições municipais para fortalecer grupo no estado

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) negou, na manhã desta segunda-feira (6), que o ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), seja candidato a senador em 2026. Em entrevista ao Portal M!, o petista também reafirmou a união da base e descartou sobre uma disputa interna do PT e PSD para compor a chapa em 2026, quando terminam os mandatos dos senadores Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD).

A Bahia possui três senadores, cujo mandatos são de oito anos. Otto Alencar, presidente estadual do PSD, foi reeleito em 2022 e está garantido no cargo até 2030. Já Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD) foram eleitos em 2018 e devem concorrer à reeleição.

“Se a gente for ver como que é hoje o quadro do Senado, são dois [do] PSD. Quem é que dirige a AL-BA é o PSD e nós nos sentimos muito confortáveis com isso. É o grupo e fomos nós que discutimos isso. Não se trata quem tem mais, quem tem menos. Se trata que o arranjo que nós construímos está efetivo. Quanto nos orgulham o [senador Angelo] Coronel; quanto nos orgulham o senador Otto Alencar; o presidente da Assembleia, Adolfo Menezes. Então, é uma movimentação das peças. Nós não vamos tratar a política dessa forma”, ressaltou Jerônimo durante entrega de ambulâncias e demais veículos para saúde em evento em Salvador.

Em março, Rui admitiu, em entrevista ao programa PNotícias, da rádio Piatã FM, a possibilidade de sair candidato ao Senado, mas que faz “parte de um projeto coletivo” e, antes de tomar a decisão, vai consultar o presidente Lula (PT), Jerônimo e Wagner. “Vou ter que conversar com Lula qual a melhor posição, melhor papel que eu possa desempenhar. O que eu não fiz em 2022 estou fazendo agora, submetendo meu nome, mas sempre ao diálogo coletivo com Lula, Jerônimo e Wagner”, revelou na época.

No entanto, o governador disse, nesta manhã, que desconhece “o pronunciamento do Rui Costa”. Segundo Jerônimo, o momento agora é discutir eleições municipais para fortalecer o grupo no Estado.

“Em momento algum, o Rui se colocou como candidato. Ele tem uma missão muito grande agora de ajudar o presidente Lula. Essas duas idas do presidente Lula [no Rio Grande do Sul], ele o acompanhou. Eu vejo que agora o desenho mais importante pra gente são as eleições municipais. A gente garantir que esse time se amplie, se fortaleça consolide aqueles que nos acompanharam no projeto. Agora é 24 e é nessa pegada que nós temos que fazer. Fazendo entregas e cuidando do povo da Bahia e garantindo que as eleições municipais concorram de uma forma tranquila e muito solidária com a nossa família, minha e do Lula”, pontuou.

Confira entrevista:

Leia também:

“Ele tá construindo conosco, tá dialogando com o MDB”, diz Jerônimo sobre impasse entre Waldenor e Lúcia Rocha em Conquista

Lula desembarca na Bahia nesta sexta-feira para inauguração de hospital

Governador rebate Bruno e diz que Estado e município têm trabalhado juntos

Marcações: