Pular para o conteúdo
Início » ACM Neto critica aumento de passagens do sistema ferry-boat: ‘absurdo’

ACM Neto critica aumento de passagens do sistema ferry-boat: ‘absurdo’

Ex-prefeito de Salvador relembra promessa do governo do Estado de construir ponte entre capital baiana e Itaparica que 'não saiu do papel'

O vice-presidente nacional do União Brasil e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, criticou o aumento das passagens do sistema ferry-boat, que faz o transporte entre a capital baiana e a Ilha de Itaparica. Autorizado pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), o reajuste de 2,19% passou a vigorar, a partir desta quarta-feira (8).

As tarifas para pedestres passaram de R$ 6,50 para R$ 6,60, de segunda a sexta-feira, e R$ 8,80 nos fins de semana e feriados. Os motoristas de veículos pequenos, o valor de R$ 58,50 aumentou para R$ 58,80 durante a semana, e R$ 84,70 aos sábados, domingos e feriados. A maior tarifa vai ser para veículos do tipo jamanta, que passam a custar R$ 353,80 (segunda a sexta) e 498,30 (fins de semana e feriado).

“O grande absurdo de tudo isso é a gente ver a qualidade, ou melhor, a falta de qualidade do serviço que é prestado no sistema ferry-boat. Quem usa o ferry sabe, primeiro, que são constantes as quebras, tem problema de conservação nas embarcações. Quando chega em final de semana, sobretudo, feriado, época de verão, de festas, são filas enormes, horas e horas de espera. E é isso a partir de amanhã [hoje], por uma decisão do Governo do Estado, você vai pagar mais caro por esse serviço que já sabe que não funciona bem”, bradou o ex-prefeito em vídeo divulgado na sua conta oficial no Instagram.

Neto relembrou ainda a promessa dos governos petistas de construir a ponte entre Salvador e Itaparica que “não saiu do papel”. Segundo o ex-prefeito, “centenas de milhões de reais já foram colocados nesse projeto que até agora não avançou”. Ele ressaltou ainda que a ponte “era para ter sido inaugurada em 2013, promessa feita por Jaques Wagner, Rui Costa e Jerônimo Rodrigues”.

“Eles já estão no 18º ano de governo e até agora não tiraram a ponte do papel. Nós defendemos a ponte, mas lamentamos que o Governo do Estado há tantos anos conduza essa história, me desculpem, na base da promessa, da propaganda, da ilusão, de criar uma realidade que não existe e, o que é bom em termos de obra, nada até agora. Então, o Governo do Estado anuncia aumento da tarifa, você vai ter que pagar mais caro pelo ferry, lembrando que podia estar andando na ponte de Salvador. É um absurdo o Governo do Estado estar cobrando mais caro pelo serviço do ferry-boat, que não funciona bem e até hoje não ter realizado a promessa de construir a ponte de Salvador-Itaparica”, criticou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ACM Neto (@acmnetooficial)

Leia também:

Agerba anuncia reajuste na tarifa do Ferry-Boat; valores variam de R$6,60 a R$498

Começa sondagem para construção da ponte Salvador-Itaparica

“Contente, mas muito precavido”, diz Jerônimo sobre avanço da sondagem da ponte Salvador-Itaparica

Marcações: