Pular para o conteúdo
Início » Hotelaria de Salvador registra ocupação de 52,89% em junho

Hotelaria de Salvador registra ocupação de 52,89% em junho

Hotelaria de Salvador
Segundo indicador, esse foi o maior número durante o período pós pandemia

A hotelaria de Salvador registrou uma ocupação média de 52,89% no mês de junho, superando o resultado no mesmo período de 2023, que foi equivalente a 47,11%, segundo a Pesquisa Conjuntural de Desempenho (Taxinfo) da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).

Em 2024, Salvador encerrou o primeiro semestre com ocupação média de 59,86%, número inferior ao de 2019, que anotou 61,55%. Após o período de pandemia, este foi o maior fluxo turístico da capital baiana.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Regional Bahia (ABIH-BA), Wilson Spagnol, destacou o levantamento positivo da hotelaria de Salvador no mês de junho e afirmou que, para o mês de julho, o objetivo é alcançar o recorde de ocupação.

“Em julho teremos o desafio de tentar alcançar taxa de ocupação similar ao ano passado, que foi o melhor resultado de julho dos últimos 12 anos, com uma taxa de 63,95%. Com as férias escolares, a demanda neste mês sempre cresce em relação ao segundo trimestre do ano, tradicionalmente de baixa temporada. A nossa expectativa é que tenhamos ocupação superior a 60% na cidade, com uma expressiva valorização da diária média novamente”, pontuou Wilson Spagnol.

Por outro lado, importante destacar que houve um aumento expressivo na diária média da rede hoteleira. Nesse ano, o crescimento foi de 122% em relação ao primeiro semestre de 2019 e de 19,5% em relação a 2023.

Leia também:

Antigo Othon Palace será reformado e dará lugar a complexo de luxo

Divulgação/ABIH