Pular para o conteúdo
Início » Rússia atinge hospital pediátrico em Kiev e deixa 28 mortos

Rússia atinge hospital pediátrico em Kiev e deixa 28 mortos

Ataque aconteceu nesta segunda-feira (8), e é considerado um dos piores desde o início da guerra, segundo prefeito da capital ucraniana

Em um dos piores bombardeios desde o início da guerra, a Rússia voltou a atacar Kiev nesta segunda-feira (8) com um lançamento em série de mísseis que deixaram cerca de 28 pessoas mortas e atingiu um hospital pediátrico, segundo autoridades locais.

Segundo informações do G1, o hospital pediátrico Ohmatdyt, o maior de Kiev, foi parcialmente destruído. Imagens do local mostraram que uma das fachadas veio totalmente abaixo, e autoridades disseram que há crianças entre os mortos.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou que várias pessoas estavam presas sob os escombros do hospital.

“Há pessoas sob os escombros e ainda não sabemos o número exato de vítimas. No momento, todos estão ajudando a retirar os escombros, tanto médicos como pessoas comuns”, disse o presidente.

O prefeito da capital ucraniana disse que este é um dos piores ataques à cidade desde o início da guerra na Ucrânia, há mais de dois anos. A Rússia disparou mais de 40 mísseis contra Kiev, ainda segundo o prefeito.

Outras cidades do centro e do leste do país também foram alvejadas, como Dnipro, Sloviansk, Kramatorsk e a cidade-natal de Zelensky. Os bombardeios também destruíram três subestações de energia elétrica da cidade, informou a operadora local, a DTEK.

A Rússia negou ter atingido alvos civis. Nesta manhã, o Ministério da Defesa russo disse ter atacado apenas bases aéreas militares em território ucraniano.

Leia também:

Ex-núncio dos EUA e opositor do papa é excomungado

Thomas Peter