Pular para o conteúdo
Início » Japão apresenta código de conduta internacional de regulamentação de IA

Japão apresenta código de conduta internacional de regulamentação de IA

Cerca de 49 países e regiões aderiram à ideia para lidar  com os riscos representados pela ferramenta

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, apresentou nesta quinta-feira (2) um quadro de regulamentação internacional para o uso de IA generativa. Kishida fez o anúncio em um discurso na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), sediada em Paris.

“A IA generativa tem o potencial de ser uma ferramenta vital para enriquecer ainda mais o mundo”, disse Kishida, mas “também devemos enfrentar o lado sombrio da IA, como o risco de desinformação”.

Quando o Japão presidiu o Grupo dos Sete no ano passado, lançou um processo de IA em Hiroshima para elaborar princípios orientadores internacionais e um código de conduta para desenvolvedores de IA.

Cerca de 49 países e regiões aderiram à estrutura voluntária, chamada de Grupo de Amigos do Processo de IA de Hiroshima, disse Kishida, sem citar nomes. Eles trabalharão na implementação de princípios e código de conduta para lidar com os riscos da IA generativa e “promoverão a cooperação para garantir que as pessoas em todo o mundo possam se beneficiar do uso de IA segura, protegida e confiável”, disse ele. 

Leia também:

Polícia de Nova York entra na Universidade de Columbia e prende manifestantes pró-palestinos

 

Marcações: