Pular para o conteúdo
Início » Weslen Moreira defende mais investimentos em capacitação para fortalecer o artesanato

Weslen Moreira defende mais investimentos em capacitação para fortalecer o artesanato

Evento vai até domingo (19) e promete ser uma celebração da arte, reunindo mais de 260 artesãos de todo o estado

Com uma proposta inclusiva e diversificada, o 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia abriu suas portas nesta sexta-feira (17) na Arena Fonte Nova, em Salvador. O evento, que vai até domingo (19), promete ser uma verdadeira celebração da arte artesanal, reunindo mais de 260 artesãos de todo o estado.

Weslen Moreira, coordenador de Fomento do Artesanato da Bahia, destacou a importância do fortalecimento do artesanato através da capacitação dos artesãos, enfatizando o papel das políticas públicas nesse processo.

“Quando as pessoas vêem um palco, um show, um evento como esse. Isso não brota, é construído a partir de uma caminhada importante oportunizada pela política pública. No nosso caso, a política de fomento ao artesanato. São qualificações, não ensinar o artesão a fazer artesanato, mas orientar sobre como colocar na prateleira eletrônica, como participar de uma feira, como comercializar, como precificar, aulas de design, tudo isso desemboca em feiras como essa”, destacou.

Ele também detalhou o processo de curadoria que moldou o FENABA. Segundo Weslen, foi publicado um edital no ano passado estabelecendo um conjunto de orientações para que a seleção fosse objetiva. “A primeira delas era garantir a diversidade de técnicas e regiões. Como mencionei anteriormente, temos aqui representações das 20 regiões, as 20 rotas do artesanato, e uma variedade de tipologias. Contratamos consultores, além da equipe do artesanato da Bahia, para realizar essa curadoria”, disse o coordenador.

Para Moreira, este é um marco histórico para o artesanato baiano. “É a primeira vez que nós temos na Bahia, nesses 80 anos de política pública do artesanato, no mesmo espaço, tanto artesão quanto artesã, com uma diversidade de técnicas e de regiões representadas”, frisou.

A presença feminina no evento também é significativa. “90% das pessoas que fazem o artesanato no Brasil são mulheres. Mais de 90% da plateia que está aqui é representada pela força, criatividade e empenho do artesanato das mulheres”, completou Weslen na entrevista para o editor-chefe do Portal M!, Osvaldo Lyra. 

Além da riqueza artesanal, o FENABA oferece uma programação cultural imperdível, com shows de artistas como Paulinho da Viola e Jau. “Além de ter esses artistas consagrados da música popular, você tem 260 artistas da cultura popular da Bahia e do Brasil representados aqui na feira. Venha participar”, finalizou Wesley convidando o público.

Inspirado na expressão “Fé na Bahia”, o FENABA oferece entrada gratuita. O festival ocupa os níveis 6, 7 e 8 da Arena Fonte Nova e conta com 235 estandes. Os servidores públicos do estado terão descontos de 5% a 15% na compra de produtos.

Confira a entrevista:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Muita Informação (@portalmuitainformacao)

Leia também: 

Weslen Moreira comemora sucesso da Feira Nacional do Artesanato e anuncia fortalecimento do setor

Ministra da Cultura celebra abertura do 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia

Feira Artesanato da Bahia promove salão de negócios e oficinas neste fim de semana; confira

Marcações: