Pular para o conteúdo
Início » Mostra São João Raiz reúne obras temáticas de artistas nordestinos

Mostra São João Raiz reúne obras temáticas de artistas nordestinos

Exposição passará pelo Arraiá do Galinho no dia 8 de junho, além de espaços públicos da Bahia e galeria virtual para celebrar os 35 anos do evento

Organizada pelo Grupo Aratu, a Mostra São João Raiz celebrará os 35 anos do Arraiá do Galinho com uma exposição temática que passará pelo evento no dia 8 de junho, além de espaços públicos na Bahia e uma galeria virtual. A exposição visa homenagear os 35 anos do Arraiá do Galinho e as tradições das festas juninas no Nordeste.

O Grupo convidou 12 artistas da região para apresentar suas memórias e simbologias do São João. As obras serão exibidas no evento, que ocorrerá no Parque Costa Azul, em Salvador, no dia 8 de junho e a entrada será gratuita.

Os artistas participantes da mostra vêm da Bahia, Sergipe e Rio Grande do Norte. “Cada peça criada traz um retrato único do que as festas juninas representam para nós, nordestinos. Os artistas trouxeram estilos e momentos únicos, reforçando a grandiosidade, criatividade e diversidade desta celebração que o Grupo Aratu abraçou há 35 anos e segue mantendo, com tanto orgulho e tradição”, avalia Ana Coelho, CEO do grupo. 

As peças que vão estar no Arraiá do Galinho são: Arrasta pé na praça, de Felipe Alaido; Encanto Junino, de Vinícius Vidal; Sinfonia junina do galo sertanejo, de Kobe; Pelas ruas do São João, de Niiny Santos; Saudades do São João, de Eder Muniz; São João pequenino, de Maria Mariô; O Sanfoneiro, de Tárcio V; Ceia de São João, de Isabela Seifarth; Alegria acontecendo, de Uillian Novaes; O Balé Junino, de Kbça; Festa do milho – memórias ancestrais, de Suelen Andrade; Cláudio Barata, de Cláudio Barata.

A artista Isabela Seifarth conta que a obra A ceia de São João faz parte do seu projeto “Bahia Imaginária”, composto por um conjunto de pinturas em aquarelas e guaches que perpassam sobre o imaginário popular das festas e paisagens da Bahia. “Eu quis trazer a imagem de uma família em uma ceia com comidas típicas da época junina para enfatizar que a raiz deste festejo, tão importante para o Nordeste, circula muito por um momento afetivo, desde a culinária a encontro de familiares e amigos nas cidades do interior, sendo uma das festas mais democráticas que conheço”, conta.

Conhecido por retratar a cultura popular e afro-brasileira, Tarcio V trouxe seu estilo de contorno bem definido para a peça O Sanfoneiro, valorizando elementos que são a cara do São João. Ele explica: “Me interesso pelo movimento dos homens e quis evidenciar, nesse trabalho, o sanfoneiro nordestino que tem um método diferenciado de tocar a sanfona, esse instrumento europeu. É um jovem negro tocando o instrumento europeu em um cenário de bandeirolas característicos da festa junina”.

A estreia da mostra foi no Luan City, realizado no último dia 5, onde as peças estavam distribuídas no lounge premium da Arena Fonte Nova. Além da exposição, o Galinho passou pelo evento levando animação e diversas ações no intervalo dos shows. A Mostra São João Raiz ganhou também uma galeria virtual pelo site e vai embelezar a capital baiana em outdoors. É realizada pelo Grupo Aratu com patrocínio de Aurora, Tim, Bahia Norte, UniNassau, Intimus, Estomazil e Amvox.

 

Leia também:

Margareth relembra ações na Fábrica Cultural e no Mercado Iaô, e defende apoio da sociedade civil aos projetos de artesanato

Mestre Rosalvo Santana destaca reconhecimento proporcionado pelo 1º Festival do Artesanato

Weslen Moreira defende mais investimentos em capacitação para fortalecer o artesanato