Pular para o conteúdo
Início » Dorgival Dantas, Flávio José e Adelmario Coelho se encontram no Triângulo do Forró

Dorgival Dantas, Flávio José e Adelmario Coelho se encontram no Triângulo do Forró

Artistas estarão no próximo dia 10 de maio no Armazém Convention para celebrar a cultura nordestina

Os cantores Dorgival Dantas, Adelmario Coelho e Flávio José se encontram no Triângulo do Forró. O evento acontece no próximo dia 10 de maio, no Armazém Convention, a partir das 20h, para  celebrar a cultura nordestina. O show irá percorrer as principais cidades do Nordeste ainda este ano, e a Bahia dará o pontapé inicial.

O objetivo é celebrar o ritmo propagado nacionalmente por Luiz Gonzaga. O nome faz referência aos três artistas que, ao longo das suas carreiras, têm levado o forró a várias partes do mundo, cada um representando a ponta do triângulo. 

Conhecido como o ‘Forrozeiro do Brasil’, Adelmario Coelho representa o autêntico forró. Com um jeito particular de fazer música, preserva nas suas canções instrumentos que compõem a base do forró tradicional: a sanfona, o triângulo e a zambumba.

Com mais de três décadas de trajetória trará no show canções como “Não fale mal do meu país”, Ô Neném”, “Anjo Querubim”, “Um metro e sessenta” e “Bahia, Forró e Folia”, além de “Cometa Mabembe”, “A natureza das coisas”, “Morena tropicana” e “Chá de costas”.  

Já Flávio José é um dos artistas mais autênticos da sua geração, sendo fruto da sensibilidade, fidelidade, coerência e consistência artística representada pelo conjunto da sua obra. Conhecido como o ‘Rei do Xote’, é um verdadeiro artesão do forró, trazendo o ritmo de uma forma diferenciada, com um toque chique e popular.

São mais de 30 anos com seu estilo vintage de cantar, interpretar e tocar acordeon. Com voz afinada e possante,  é intérprete de músicas tradicionais do forró pé-de-serra nordestino a exemplo de “Tareco e Mariola” e “Caia Por Cima de Mim”.

Dorgival Dantas é um dos cantores mais respeitados do gênero, principalmente por suas composições únicas e a sua relação com a sanfona. ‘O Poeta’, como é nacionalmente conhecido, desde 14 anos de idade tem inúmeras músicas gravadas por grandes artistas do cenário nacional. Dono de canções como “Coração”, “Eu não vou mais chorar”, “Por que”, “Paixão Errada”, “Forró só Presta Assim” e “Coração Teimoso”, o multi-instrumentista apresentará sua versatilidade no palco.

 

Leia também:

Quarteto Novo está de volta à Terça Musical no Museu Geológico 

Léo Santana lança segunda parte do PaGGodin e traz canção “Bote Fé na Gente” com Thiaguinho 

Matheus Brant traz influências do pagode baiano em novo single “O Short Jeans” 

Marcações: