Pular para o conteúdo
Início » Prefeito diz que restaurante popular é porta de entrada para serviços sociais que serão oferecidos a beneficiados

Prefeito diz que restaurante popular é porta de entrada para serviços sociais que serão oferecidos a beneficiados

Prefeito diz que restaurante popular é porta de entrada para serviços sociais que serão oferecidos a beneficiados
Bruno Reis entregou, nesta manhã, novo equipamento em Sussuarana, onde vai oferecer 400 refeições diárias gratuitas

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) afirmou, nesta sexta-feira (21), que a inauguração do sexto restaurante popular no bairro de Sussuarana é a “porta de entrada de um conjunto de serviços que a Prefeitura de Salvador oferece para que a pessoa tenha autonomia, progressão social e através do trabalho possa garantir o seu sustento, da sua família e realizar os seus sonhos”. O novo equipamento, entregue nesta manhã, vai oferecer alimentação a 400 pessoas diariamente, totalizando 56 mil refeições diárias gratuitas nos seis restaurantes por mês.

“Duas proteínas, cardápio variado, que as pessoas vão se alimentar com dignidade. O restaurante é a porta de entrada. Um restaurante desse tem um custo mensal de R$ 90 mil só de alimentação. Quando a gente vai para a parte terceirização de mão-de-obra, nós falamos de um investimento de R$ 120 mil mês. É o sexto restaurante mantido pela Prefeitura. Vamos entregar, nos próximos dias, mais três e o décimo no mês de setembro, chegando a um total de quase 5 mil refeições distribuídas diariamente em nossa cidade”, disse ao Portal M!.

De acordo com o prefeito, “o primeiro passo é matar a fome, não há como você oferecer qualquer outro serviço se a pessoa está com fome”. E, a partir daí, segundo ele, entrar com o trabalho do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da região para saber porque o beneficiado está nessa situação, se é por desemprego, por estar em situação de rua ou por algum problema familiar.

“Aqueles que não têm documentos, vamos retirar os documentos; aqueles que estão desempregados e precisam de um curso, vamos oferecer o curso profissionalizante; aqueles que não têm casa, vamos incluir no aluguel social e, através do programa Kit Moradia, mobiliar a casa para que ele tenha onde morar; e, por final, fazer a intermediação da mão-de-obra para trabalhar de carteira assinada ou oferecer também, através do nosso SAC Empreendedor, a possibilidade de ele abrir um negócio próprio, sendo MEI, sendo um vendedor individual. Podemos emprestar dinheiro através do Cred Salvador, e aí com isso ele montar o seu negócio para poder ter uma renda”, pontuou Reis.

Educação

Ainda em entrevista ao Portal M!, Bruno Reis também afirmou que, além do Restaurante Popular Vida Nova, o bairro de Sussuarana ganhará três novas escolas. “É o Jesus de Nazaré já em obras e o Maximiniano e o Ceci Andrade que vão começar em breve. Escolas com piscina, inclusive. Essas obras transformam, mudam de verdade o presente e o futuro da nossa cidade, mas esses equipamentos [restaurantes populares] são emergenciais, eles são necessários para garantir que a pessoa não morra de fome. Então o primeiro objetivo agora é matar fome e aí sim preparar, qualificar essa pessoa, recuperar o tempo perdido para que ela possa ter progressão social”, declarou o prefeito ao comentar que as entregas na área de educação são as que mais o emocionam.

Confira entrevista:

Leia também:

Júnior Magalhães diz que meta da prefeitura é entregar dez restaurantes populares até agosto

Jerônimo Rodrigues entrega obras em Matina e Igaporã nesta sexta

Prefeitura de Salvador inicia requalificação do Vale do Canela

Equipe M!