Pular para o conteúdo
Início » Governador do Rio Grande do Sul lamenta morte de médico voluntário

Governador do Rio Grande do Sul lamenta morte de médico voluntário

A suspeita é que Medice tenha tido um mal súbito. 

Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, utilizou as redes sócias para lamentar a morte de Leandro Medice, medico voluntário que faleceu em um abrigo na segunda-feira (13). A suspeita é que o médico, que era natural do Espírito Santo, tenha tido um mal súbito.

“A morte de um voluntário que veio ao Rio Grande do Sul para ajudar no atendimento às vítimas da tragédia nos deixa profundamente entristecidos. Meu abraço a todos os voluntários, de todos os lugares do Brasil, que deixaram suas casas para vir ao Rio Grande do Sul para ajudar nossa população” cotou o governador gaúcho em uma postagem no X (antigo twitter).

Além de Eduardo Leite, quem também manifestou condolências à família do médico foi o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB). Em nota, o político ressaltou a generosidade e solidariedade de Leandro servirão de exemplo para todos.

Leandro Medice possuía formação em fisioterapia e medicina, com especialização em cardiologia, atuando principalmente nas unidades de atendimento móvel (SAMU) e como médico das unidades de terapia intensiva (UTI).  

 

Leia também: 

MP lança campanha de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes nesta sexta

Sem acordo com empresários, rodoviários rejeitam nova proposta de reajuste e podem entrar em greve