Pular para o conteúdo
Início » Cresce o número de mulheres à frente de negócios inovadores no Brasil

Cresce o número de mulheres à frente de negócios inovadores no Brasil

Elas agora representam 40% dos novos empreendedores no Brasil

O Brasil representa um território fértil para empreendedoras e empresárias que buscam inovar e prosperar. Um dado notável é o aumento do empreendedorismo feminino em 2024. As mulheres agora representam 40% da população que empreende no Brasil.

De acordo com relatório do Sebrae, o ano pode ser promissor para empreender e ter sintonia com as tendências de mercado e os movimentos que influenciam os negócios. Isso é estratégia essencial para empreendedores que almejam o sucesso.

Segundo a administradora de formação pela EaUFBa, empresária há 11 anos, Ceo da Cuisine Buffet e palestrante Sebrae, Bartira Carvalhal, o ambiente do empreendedorismo coopera no desenvolvimento da sua capacidade de ser criativa, inovadora, de fomentar relacionamentos interpessoais, habilidades como negociação, gestão e resiliência. Com suas palestras e mentorias já impactou mais de mil mulheres empreendedoras nos últimos anos.

“Somos mais de 9 milhões de mulheres que estão movimentando a economia do Brasil e, sobretudo, mudando vidas. Mulheres, com seu potencial, transmitindo mais empatia, postura e resiliência, nós temos uma enorme habilidade para liderar que vem sido compartilhada para elevar outras mulheres e transformar mais vidas através do empreendedorismo. O empreendedorismo que outrora surgiu para sustentar suas casas e filhos em épocas de escassez, hoje comunica, educa, nos permite conquistar sonhos, nos tornar porta-vozes de comunidades e, para mim, a principal conquista: proporciona independência e autonomia”, compartilhou Bartira.

O Brasil tem cerca de 10,3 milhões de mulheres donas do próprio negócio, segundo o Sebrae, mas o empreendedorismo de necessidade ainda é uma realidade. Ter um negócio próprio para alcançar a independência financeira é uma alternativa que cada vez mais mulheres buscam como forma de obter o próprio sustento. Um grande diferencial para impactar positivamente e ter resultados expressivos através dos negócios é ter acesso a educação de qualidade.

“O mercado, com adesão recente das mulheres em posição de liderança, nos desafia constantemente e não foi diferente durante a minha jornada que já perpassa 11 anos. São diversos questionamentos sobre a capacidade, posturas e pertencimento e não poderia deixar de falar do afroempreendedorismo feminino, universo ao qual também pertenço. É preciso desenvolver jogo de cintura e inteligência emocional para que cada etapa seja alcançada”, diz Bartira.

Ela conta que a partir dessas experiências foi possível estabelecer uma conexão firme com as mulheres que também têm anseio de conquistar sua independência, em especial financeira, além de viver o sonho de trabalhar com o que se ama. “Com o conhecimento técnico sempre em pauta, a experiência adquirida ao longo dos anos me permite dialogar de igual para igual, em especial, com mulheres que almejam sucesso”, concluiu Bartira.

 

Leia também:

MP aciona faculdade na Justiça por prestação de serviços educacionais deficitários 

PF prende novo suspeito de auxiliar fugitivos de presídio federal de Mossoró 

Praças de pedágios deverão adotar Pix e cartões em até 90 dias, diz Ministério dos Transportes 

Marcações: