Pular para o conteúdo
Início » Corregedoria do CNJ fará inspeção na próxima semana para coibir irregularidades no Judiciário baiano

Corregedoria do CNJ fará inspeção na próxima semana para coibir irregularidades no Judiciário baiano

Foram escolhidos os gabinetes de 36 desembargadores para serem investigados de 8 a 12 de abril

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) será inspecionado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre os dias 8 e 12 de abril. Segundo informações recebidas pelo Portal M!, a partir de fontes do próprio TJ-BA, a ação do CNJ tem o objetivo de verificar possíveis irregularidades e será realizada em 36 gabinetes, que podem ser escolhidos a partir de critérios objetivos ou por meio de sorteio. 

Determinada pelo ministro Luis Felipe Salomão, corregedor nacional de Justiça, a inspeção terá o objetivo de verificar eventuais irregularidades, inconsistências, o cumprimento de prazos, duração de processos, além de possíveis desvios ou abusos. Ainda conforme fontes do TJ-BA, existe a expectativa de que a inspeção trate do afastamento do desembargador Luiz Fernando Lima. A medida foi tomada em outubro de 2023, após o magistrado determinar a soltura do detento Ednaldo Freire Ferreira, conhecido como Dada, líder de uma facção criminosa que atua na Bahia.

A vistoria no TJ-BA será delegada ao desembargador Fábio Uchôa Pinto de Miranda Montenegro, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e ao juiz substituto em 2º Grau Márcio Antônio Boscaro, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).

A última vez que o Tribunal passou por uma inspeção do CNJ foi entre os dias 16 e 20 de maio de 2022, sob a presidência do desembargador Nilson Castelo Branco. A ação teve o objetivo de  verificar o funcionamento dos setores administrativos e judiciais do TJ-BA. Na ocasião, a inspeção foi realizada por determinação da corregedora Nacional de Justiça e ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Maria Thereza de Assis Moura. 

 

Leia também:

Prefeitura de Cairu reconhece problema de lixão em Boipeba e inicia resolução ainda no primeiro semestre

Polícia prende fugitivos de Mossoró após 50 dias

29 mil raios são registrados na Bahia em um intervalo de 6h

Marcações: