Pular para o conteúdo
Início » Bruno Reis cobra respostas do Governo da Bahia sobre incêndio a ônibus: “Uma afronta ao poder público”

Bruno Reis cobra respostas do Governo da Bahia sobre incêndio a ônibus: “Uma afronta ao poder público”

Prefeito relatou que diversos ônibus municipais já foram incendiados, e não houve qualquer providência

O prefeito Bruno Reis (União Brasil), cobrou um posicionamento “mais firme” do Governo do Estado, diante do incêndio criminoso a um ônibus elétrico da frota estadual na noite de terça-feira (11), na Avenida Suburbana, na capital baiana.

“Uma afronta ao poder público, o Estado precisa reagir e dar respostas. É inadmissível tolerar e permitir que episódios como estes aconteçam. Já era para ter punido os responsáveis, já passou da hora e isso não tem cabimento, porque houve algum tipo de operação ou de prisão”, disparou o gestor municipal durante assinatura da ordem de serviço para as obras na Avenida Bonocô.

De acordo com a linha de investigação, o ato pode ter acontecido por motivo de represália após a uma ação policial que terminou com um homem baleado na região, horas antes do incêndio.

“Seja lá o que for, incendiar equipamentos públicos […] em que Estado nós estamos? Da falta de controle, de comando, de pulso firme, é isso? Infelizmente é a realidade, talvez agora reagem, porque diversos ônibus do sistema municipal já foram incendiados, e até hoje sem qualquer providência”, criticou Bruno Reis.

Em nota enviada ao Portal M!, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA), diz lamentar o ocorrido e destacou que, não foi informada sobre a suspensão de linhas dos ônibus elétricos na região.

“A Agerba informa que, até o momento, não foi comunicada oficialmente sobre a suspensão da operação dos serviços dos ônibus elétricos e que, conforme nota publicada pelo SINDMETRO, a linha 913.URB Ilha de São João – Terminal de Pituaçu não estará em operação nesta quarta-feira, dia 12/06/2024. A pasta estadual está adotando todas as medidas para que o evento não deixe a população desassistida, a maior prejudicada com o tipo da ação”, diz trecho da Agência.

Leia também:

Novo canteiro central da Bonocô contará com quadras de esporte e área de eventos, diz Tânia Scofield

Equipe M!