Pular para o conteúdo
Início » Bombeiros baianos completam uma semana em ação no Rio Grande do Sul

Bombeiros baianos completam uma semana em ação no Rio Grande do Sul

Tropa da CBM-BA já resgatou pelo menos 212 pessoas em áreas de risco, 20 animais e recuperaram seis corpos no Estado

A tropa do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA) completou, nesta quinta-feira (9), uma semana em ação para ajudar nas buscas e dar apoio aos gaúchos. Os bombeiros baianos já resgataram pelo menos 212 pessoas em áreas de risco, 20 animais e recuperaram seis corpos no Rio Grande do Sul. 

Os agentes realizaram, nesta quinta, a desobstrução de algumas pistas e a retirada de fios que estavam rompidos no rio Caí, no município de Caxias do Sul. O objetivo foi reduzir o peso e evitar novos deslizamentos de terra e contribuir para a melhoria do ambiente, facilitando a recuperação posterior. 

“O bombeiro atravessou o rio a nado com uma corda e depois puxou os cabos de energia com a corda. Atividade extremamente necessária pois os mantimentos da população sem refrigeração estão sendo perdidos e as estradas estão interrompidas, o que os impede de se deslocarem para comprar alimentação. Tudo foi realizado com bastante cuidado e com toda segurança”, destacou o coronel BM Jadson Almeida. 

Campanha de arrecadação de donativos

Todos os quartéis do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) estão recebendo, das 8h às 18 horas, água, ração para animais, materiais de higiene pessoal e de limpeza e alimentos não-perecíveis. Os donativos vão ser levados para as vítimas da chuva que incide no Rio Grande do Sul. É importante que antes de doar, os cidadãos observem o prazo de validade dos itens, que devem ter no mínimo 15 dias para serem utilizados. 

Para ajudar: Doações podem ser encaminhadas para o PIX do Governo do Rio Grande do Sul – CNPJ: 92.958.800/0001-38

 

Leia também:

Jerônimo e Lula inauguram hospital em Teixeira de Freitas nesta sexta

Nasa divulga imagens das enchentes em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul

Tragédia no Rio Grande do Sul: número de mortos sobe para 107; 136 estão desaparecidos

Marcações: