Pular para o conteúdo
Início » “Quero crer que não seja perseguição política”, diz Régis sobre recusa para construção de creches em Salvador

“Quero crer que não seja perseguição política”, diz Régis sobre recusa para construção de creches em Salvador

Documentos da prefeitura contradizem Rui e Jerônimo sobre ausência de projetos inscritos no programa federal e apontam que foram negados

O deputado estadual Sandro Régis (União Brasil) criticou, na noite desta quarta-feira (13), a negativa do Governo Federal em incluir no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) obras solicitadas pela prefeitura de Salvador. “Lamentável a recusa do PAC em alocar recursos para construção de escolas e creches solicitadas pela prefeitura de Salvador. Não adianta fazer discurso de que cuida de gente, se na prática faz outra coisa. Quero crer que isso não seja perseguição política”, escreveu o deputado nas redes sociais.

Em evento na capital baiana nesta última segunda-feira (11), o ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), coordenador do PAC, chegou a dizer que a prefeitura não havia requerido nenhuma obra de creche, mas documentos da gestão municipal mostram que os pedidos foram feitos e negados. Assim como Rui, o governador Jerônimo Rodrigues (PT) também falou sobre o assunto, na tarde desta quarta-feira (13), durante evento na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

“Ainda bem que a @PrefSalvador consegue andar com as próprias pernas e a população não vai ficar prejudicada. Penso que a disputa eleitoral deste ano não pode contaminar o andamento de projetos que são importantes para a cidade, sobretudo para garantir educação a nossas crianças”, completou Régis em sua conta oficial no X (antigo Twitter).

 

Leia também:

PAC: Documentos da prefeitura desmentem Rui e Jerônimo sobre creches em Salvador

Governador diz ‘estranhar’ pedido de Bruno Reis no PAC e ausência de creches

Alan Sanches critica recusa do governo federal para construção de creches em Salvador

Marcações: